QUEBRANDO O VAZO

Blog de cia-de-jesus-cristo :COMUNIDADE  APOSTÓLICA DE JESUS CRISTO, QUEBRANDO O VAZO

 Comunidade Igreja Apostólica de Jesus Cristo

Uma igreja apostólica, profética e adoradora

1º Encontro Apostólico - Recebendo o Chamado de Deus

13ª ministração

Quebrando o Vazo

TEXTO BASE: JUÍZES 7:16-22

Denotadamente vemos que as armas usadas nesta batalha são espirituais, pois efetivamente nenhuma delas pode matar o inimigo, porém provocam a sua própria destruição.

Cada uma das três armas empregadas nesta guerra tem uma função especial no mundo espiritual, nas regiões celestiais, já que é aí que nossas guerras são ganhas.

"Porque a nossa luta não é contra sangue e carne, mas sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestiais". (Efésios 6:12)

Hoje é dia de quebrarmos o nosso vaso!

I - POR QUE QUEBRAR O VASO

"Disse mais o Senhor a Moisés. Fala a Arão e a seus filhos, dizendo: Esta é a lei da oferta pelo pecado: No lugar onde se imola o holocausto se imolará a oferta pelo pecado perante o Senhor. Coisa santíssima é. O sacerdote que a oferecer pelo pecado, a comerá, no lugar santo a comerá, no pátio da tenda da congregação. Tudo o que tocar a carne da oferta será santo. Se espargir alguém do seu sangue sobre a sua veste, lavará aquilo sobre o que caiu no lugar santo. E o vaso de barro em que for cozida será quebrado". (Lv 6:24 -28)

Conforme lemos neste texto, após ser consagrada a carne como oferta pelo pecado e consumida, o vaso deveria ser quebrado. Por quê?

O vaso quebrado quer dizer que toda a autoridade ou habilitação maligna que a carne havia trazido estava agora desfeita.

Vemos que realmente isto aconteceu com Gideão e o povo de Israel. A autoridade e as habilitações malignas que o inimigo tinha para assolá-los e destruí-los, devido a idolatria e suas atitudes más, foram consumidas quando Gideão derrubou o altar de Baal e destruiu o poste-ídolo, erguendo em seu lugar um altar ao Deus vivo e consagrando ao Senhor, não só uma oferta que lhe custava, mas uma oferta de obediência e fé.

Agora só bastava anunciar, em guerra com a quebra do vaso, que também estavam terminados o poder e a autoridade do inimigo sobre o povo de Deus.

A oferta de obediência e fé fora dada, o Senhor a aceitou. Portanto as habilitações do maligno não tinham mais acesso ao povo de Deus, ao povo que se arrependeu, se desfez de seus ídolos e se consagrou ao Senhor.

A carne do pecado foi consumida pela obediência, pelo culto de adoração ao Senhor, pela fé no Deus vivo.

O vaso precisava ser quebrado. Também o poder e a autoridade do maligno, seu jugo assolador e destruidor, foram quebrados, despedaçados pelo Senhor.

Jesus também permitiu que o vaso carnal que O transportou aqui na Terra fosse quebrado na cruz do calvário, destruindo, assim, toda a autoridade e a habilitação maligna sobre nossas vidas, sobre nossos corpos, sobre nossa carne.

Jesus foi moído por nossas transgressões e o castigo que estava sobre Ele nos trouxe a paz.

Cabe a nós hoje também anunciarmos ao maligno que o velho homem se quebrou. Está crucificado na cruz com Jesus Cristo. Somos novas criaturas em Jesus. Não há mais lugar para que o jugo do inimigo se instale em nossas vidas para nos assolar ou destruir.

II - O QUE É QUEBRAR O VASO?

É quebrar com o corpo de morte que pesava sobre nós; é quebrar com nossa velha maneira de viver; é quebrar com o velho homem.

"Porque se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição;
sabendo isto, que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos;
porquanto quem morreu, justificado está do pecado. Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos; sabedores de que havendo Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte já não tem domínio sobre ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez para sempre morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus.
Assim também vós considerai-vos mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus.
Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais às suas paixões; nem ofereçais cada um os membros do seu corpo ao pecado como instrumentos de iniqüidade; mas oferecei-vos a Deus como ressurreto dentre os mortos, e os vossos membros a Deus como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós
; pois não estais debaixo da lei e sim da graça. (Rm 6:5-14)

1) O que é não oferecer os membros do corpo ao pecado como instrumentos de iniqüidade?

É santificar-se ao Senhor em toda a nossa maneira de viver. É não permitir que o inimigo se alimente de nossos instintos carnais ou paixões da carne.

a) É santificar-se em espírito, tirando todos os deuses estranhos, quebrando todos os altares de idolatria em nossas vidas. Quebrar com toda a dependência, quer seja com entidades espirituais malignas, quer seja com homens, quer seja com instituições.

Anunciar bem alto que o único Deus e Rei, o único Senhor de nossas vidas e que tem toda a autoridade sobre nós é o Senhor Jesus.

b) É santificar-se em alma
- Quanto à maneira de pensar, de agir, de reagir, de sentir, quanto à desejos e impulsos, quanto à maneira de falar

c) É santificar-se no corpo, eliminando toda sorte de prostituição e vício, para que realmente o corpo possa ser o templo vivo do Espírito Santo. É santificar-se na forma de vestir, de andar, de namorar, de se relacionar com as pessoas. Somos templo. Devemos fazer de nossa vida uma adoração ao Senhor.

III - FINALIZAÇÃO

1) Quebrar o vaso é anunciar o fim do poder e da autoridade do inimigo em nossas vidas.

2) Quebrar o vaso quer dizer assumir nossa nova identidade em Cristo Jesus: Filhos de Deus, co-herdeiros com Cristo.

3) Quebrar o vaso quer dizer assumir nossa posição de soberania em Cristo Jesus, acima de todo principado, poder e autoridade maligna, não importando quão numerosos e fortes sejam.

4) O barulho espiritual de nossa obediência e nossa submissão ao Senhor derrota o inimigo e traz destruição ao seu arraial.

"Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo e ele fugirá de vós". (Tiago 4:7)

5) O vaso que Deus usa é aquele que se quebra diante dele para que a luz do Senhor brilhe nas trevas e todos saibam que o Senhor dos Exércitos é quem está conosco. As trevas e seus poderes não resistem e se destroem, mediante um vaso quebrado que traz a luz, que é Jesus, à batalha.

- Vaso, um lugar onde se guardava comida, um objeto que podia entrar para a arca, ou para estar diante do Senhor, quando estava cheio do alimento da provisão do céu.
"Disse também Moisés a Arão: Toma um vaso, e nele mete um ômer cheio de maná. Coloca-o diante do Senhor, para guardar-se às vossas gerações. (Êx 16:33)

Quatro ingredientes faziam parte desta batalha, como arma:
-
o vaso = homem
- a tocha ( Luz ) = Jesus
- a trombeta (Som, Vento) = Espírito
- a espada = a Palavra - sempre vence o maligno e seus exércitos.

domingo 13 março 2011 10:49 , em SEMINÁRIOS APOSTÓLICOS



Nenhum comentário QUEBRANDO O VAZO



Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.196.108.89) para se identificar     



Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para cia-de-jesus-cristo

Precisa estar conectado para adicionar cia-de-jesus-cristo para os seus amigos

 
Criar um blog